Comunidade de Siderópolis – SC denuncia recontaminação de importante rio na região

Em debate público na Câmara de Vereadores nesta terça-feira (16/8), moradores discutem origem da contaminação e exigem soluções 

 

Moradores de Siderópolis – cidade a 204 quilômetros ao sul de Florianópolis – estão preocupados com a situação dos rios da cidade, principalmente o Mãe Luzia, que estaria apresentando indícios de contaminação por rejeitos da extração de carvão. Produtores rurais que vivem próximos ao rio relataram alteração na cor da água e o sumiço dos peixes.

 

Para ouvir o relato da comunidade e discutir as providências a serem tomadas pelas autoridades locais, será realizado um debate público, nesta terça-feira (16/8), às 19 horas, na Câmara de Vereadores do município.

 

O debate é promovido pela Câmara Municipal de Siderópolis em conjunto com o Instituto Internacional Arayara, uma organização não-governamental brasileira que atua na defesa do meio ambiente e das pessoas que vivem na região carbonífera de Santa Catarina, promovendo a conscientização e ações para uma transição energética justa e sustentável.

 

“Sabemos da importância do rio Mãe Luzia para Siderópolis e região e queremos ajudar a população a proteger esse recurso que é essencial para os produtores rurais e para a comunidade sideropolitana como um todo”, enfatizou Suelita Röcker, diretora de Educação e Projetos da Arayara.org.

 

Debate público “Rio Mãe Luzia pede Socorro”

Comunidades sofrem com a contaminação do rio, que morre com rejeitos de carvão.

Data: 16 de agosto

Horário: 19 horas

Local: Câmara Municipal de Siderópolis – Rua Professor Renato Melillo, 399 – Centro

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

Nossas redes

Últimos posts

Categorias

Enquire here

Give us a call or fill in the form below and we'll contact you. We endeavor to answer all inquiries within 24 hours on business days.